quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

MEC lança cartilha contra homofobia!

Recentemente vimos nos noticiários vários casos declarados de homofobia em que loucos usam de violência para expressar o que sentem. Muitos ficaram horrorizados com as agressões gratuitas, outros disfarçaram e fingiram que nada viram. Mas se algo bom foi tirado de todos esses episódios (e uso de muito polianismo e seu jogo do contente aqui, já que não se pode considerar a violência como mecanismo para acionar o pensamento!), esse algo foi a discussão sobre o tema: caráter sexual (desculpem o termo "novo", mas acho ridículo "opção sexual". Afinal, o samohT não optou ser assim! Ele nasceu assim! Arrasa samohT... Estou contigo e não abro!).

O MEC divulgou que lançará uma cartilha nas escolas que ajudem os alunos a entenderem e respeitarem a sexualidade de cada um. A presidenta Dilma cantou a bola sobre a união estável entre pessoas do mesmo sexo durante a campanha eleitoral. É certo que teve que voltar atrás para não perder votos, mas vendo o número de bandeiras arco-íris na sua posse, o Ckreed e o samohT ainda mantêm esperanças nesse governo!


A cartilha lançada pelo MEC já provoca discussões. Grupos evangélicos são contra, por acharem que esse tipo de documento mina a liberdade de expressão. Esquecem-se, porém, de que essa liberdade de expressão está vindo acompanhada de lâmpadas fluorescentes, socos, fezes e pontapés. O TPL é um blog laico, livre de preconceitos, que permite inclusive que felinos, ursos, pessoas de pele vermelha e até jogadores de Rugby sejam editores! Temos (dois) leitores héteros que provam que a harmonia pode existir entre pessoas que optam por expressar sua sexualidade de maneiras antagônicas.


Esse post não tem intenção de levantar bandeiras ou mesmo criticar um ou outro PENSAMENTO. Nem mesmo gosto do Arnaldo Jabor (mas ouço ele sempre no rádio ou na internet!). Esse post foi feito apenas para dizer que uma pessoa pode achar a pera aguada demais, enquanto preferem a rigidez de uma maçã!

Olá, nerds politizados e tolerantes, eu, o Ckreed, tomei a liberdade de penetrar (ui!) no post do Nerd Sensível e acrescentar um vídeo educativo interessante para ser passado nas escolas e nos cultos religiosos. A gente se encontra na Vápore, Sensível, fica perto da Igreja Universal em BH, a gente peca e depois reza, tudo pertinho! Beijo.

4 comentários:

samohT disse...

Falou e disse Nerd sensível!
Graças à santa Cher eu tenho uma irmã semi-advogada (se forma em alguns dias) que vai se especializar justamente em justiça da família, dai ela poderá me ajudar, se a Dilma não o fizer, afinal, a constituição já garante nossos direitos.
Qndo ao Jabor, adorei este texto dele AMEI!

Macarrão, o Cérbero Pink Lantern disse...

É isso ae Sensivão! Liberdade de expressão num é porrada não porra!

É nozes mano!

Aliás, falar que tem um Pink Lantern hetero ninguém lembra né?

hauhauha!

Rafael Rodrigues disse...

Acho legal esse tipo de iniciativa, mas é aquela coisa. É preciso muit ainda pra livrar as pessoas do preconceito. Mas já é um bom começo...

Ckreed disse...

Voto para que Modern Family seja exibida obrigatoriamente nas escolas e nos cultos evangélicos do Silas Malafaia. Nessa série se vê exemplos de convivência, aceitação e respeito tudo isso graças ao amor, coisa que falta muito no mundo.

"uma pessoa pode achar a pera aguada demais, enquanto preferem a rigidez de uma maçã!"

Eu prefiro a doçura e a maciez de uma banana.