domingo, 10 de abril de 2011

CINE PINK 2011: Little Ashes


Olá nerduxos fofos como o ursinho que vos fala! 2010 terminou e aposto que acharam que uma das mais tradicionais sessões do TPL tinha sido enterrada junto com o ano. Pois vocês se enganaram! Assim com na Globo, o ano no TPL só estreia em abril! E por isso, o Cine Pink está de volta! Hoje, trago a vocês Little Ashes!



Imagine um filme que se reportasse à jovens vidas e aos amores de artistas como o pintor Salvador Dalí, o cineasta Luis Buñuel e o escritor Federico García Lorca (Ctrl C + Ctrl V by IMDb). Little Ashes (2008) reúne essas três personalidades espanholas e compartilha conosco suas mais loucas aventuras na Madrid da década de 20!

A história começa com o esquisito Salvador Dalí (Robert Pattinson) chegando na faculdade e entrando para o decadente clube de artistas liderados por Luis Buñuel (Mathew McNulty) e Fedetrico García Lorca (Javier Beltrán). Ao lado da escritora Magdalena (Marina Gatell), os quatro se tornam a elite social e influente em um momento em que toda a Europa passa por profunda mudanças no pós-guerra. Sempre juntos, uma cumplicidade passa a surgir entre García Lorca e Salvador Dalí, e, apesar de todos os esforços da mãe do samohT, inevitavelmente uma paixão surge. Mais consciente de sua condição e do que quer, García Lorca tenta ajudar Salvador Dalí a se encontrar. Na verdade, não é isso que acontece e o jovem pintor surta e parte em busca do sucesso para Paris.

O mais importante sobre esse filme no entanto não é sua bela história. O que importa mesmo em Little Ashes é notar que apesar dos Cedrico Gregory e dos Edward da vida, Robert Pattinson prova que é um bom ator e impressiona como o amalucado pintor espanhol que sonha em ser tão famoso quanto Pablo Picasso. Toda vez que aparece. Pattinson rouba a cena, fazendo você se esquecer completamente dos filmecos da saga Crepúsculo.

Então importe o filme e em um domingo a tarde assista Little Ashes. Diversão na certa!



Momento U-HUM (by furo MTV): Robert Pattinson sobre as cenas de sexo no filme...

"Em vários sentidos, eu estava ultrapassando os limites do que achava ser confortável. Tive que fazer várias cenas de nudez. Há também todas essas cenas de sexo gay. E sabe, eu nem fiz uma cena de sexo com uma garota ainda. Lá estava eu, com Javier [Beltrán]. E como nós dois somos heterossexuais, parecia meio ridículo o que estávamos fazendo" [U-HUM]

2 comentários:

Ckreed disse...

"Little ashes" é bunda pequena em inglês nórdico?

Importarei agora, mas o Robert Pattinson ainda brilha na cena "pelado agora" na piscina.

Nerd sensível disse...

NOOOOOOOOOOOOOOT! Ckreed meu querido, o filme explica o sentido de Little Ashes! E Robert Pattinson sempre brilha... aquilo é um purpurina só!